Beber bem + comer bem = viver bem...
Ver TODAS as fotos por esse mosaico Clique aqui .





Clique nas fotos para ampliá-las

segunda-feira, 30 de maio de 2011

Carre de cordeiro com purê de mandioquinha


Esse sábado tive o prazerde receber meus amigos pra jantar na minha casa,Fotos Aqui, preparei um Carre de cordeiro com purê de mandioquinha. Num é por nada não... mas estava muito bom...

Pra quem tem dúvidas da diferença do carneiro pro cordeiro... É chamado cordeiro o animal, filho do carneiro, geralmente até 6 meses de idade. Quando o animal está entre 7 meses e 1 ano de vida é chamado borrego. Passada esta fase é considerado carneiro. Usualmente, há dois momentos para abate de cordeiro: 8 semanas (cordeiro premium) e 4 meses (cordeiro precoce). Dá dó do bichinho se parar pra pensar né.. mas... é a lei da natureza .. rsrs (me perdoe vegetarianos)

... Comprei o Carre no pão de açúcar mesmo, congelado, por 52 reais o kilo. O nome do Corte é: French Rack, que é o corte francês que dá esse formato de pirulito. Alguns lugares me ofereceram com o nome de Carre, uns filés com osso ao centro.. dizem que é mesma coisa.. sei não.. prefiro no "pirulito"hehe.

 

Montagem com 2 ossos.


O Carre cru, já temperado, indo pro forno.

Para o tempero (pra 1K) misture:  uma taça de vinho tinto (não use chapinha please), alguns ramos de alecrim, sal, pimenta do reino, e uns 6 dentes de alho esmagados.
Besunte bem a carne, depois deixe marinando nesse tempero por 4horas.
 Reserve




Para o purê: Cozinhe em água e sal umas 6 mandioquinhas, já descascadas e picadas grosseiramente.
Escorrer e bater no liquidificador usando leite para ajudar. Coloque na panela novamente e acrescente uma colher generosa de manteiga. Misture bem.

Leve a carne pra um forno BEM quente... o máximo que tiver e asse por 20minutos ou menos. Essa carne não pode ser servida bem passada, senão fica dura. Para fazer essa Coroa como da foto, amarre os dois últimos ossinhos, de uma forma que eles fazem um leque pra fora.
Sirva cortando de dois em dois ossinhos, fazendo com eles se cruzem por cima do purê.
Acompanhe com aspargos frescos grelhados em manteiga com sal e pimenta do reino.
e decore com o reduzido de balsâmico trufado que postei aqui.

Para acompanhar, indico o vinho tinto que veio pela sociedade da mesa esse mês, o D.O. Valencia,  Murviedro, 2007, espanhol com uvas tempranillo, monastrell e a cabernet sauvignon ficando por 12 meses em barrica de carvalho americano.